Pular para o conteúdo principal

Santuário de Aparecida


Dom Manuel Palmeira da Rocha foi um grande construtor e fundador de capelas. Nos quatro cantos da paróquia ainda há marcas de sua administração paroquial.
Na zona rural são obras do Monsenhor Palmeira as capelas de São Sebastião (Povoado de S. Tomé); N. S. de Lourdes (Massabielle); S. Francisco de Assis (Umbú), N. S. de Lourdes (Julião), N. S. da Conceição (Pintado); N. S. das Graças (Sítio Velho), S. Sebastião (Riacho Fundo) e N. S. da Conceição (Boa Vista).
Na sede paroquial cuidou de edificar as capelas de Santo Antônio (anexo à Maternidade), Santa Clara e N. S. Aparecida.
Para esta última o vigário havia traçado um projeto bem ousado, a construção de um santuário. A igreja seria “Um templo grande, que tinha possibilidade de ser uma 2ª Matriz para futuro, uma vez que a cidade está em marcha acelerada de crescimento” (pág. 154).
No projeto estavam previstos ainda a construção de uma residência, garagem, jardim e lugar para estacionamento, tudo em homenagem à Santa Padroeira do Brasil.
O terreno era muito espaçoso, ocupava um quarteirão inteiro, e havia sido doado por uma senhora, numa área da cidade que, já naquele tempo, se chamava de “Belo Jardim”.
Em concentração católica, às 16 horas do dia 22 de outubro de 1978, anunciou o pároco a intenção de dar início aos trabalhos, ainda naquele ano.
Cerca de quinhentos fiéis estava presentes a esse ato. O padre aproveitou a oportunidade para a catequese de crianças e adultos, cantando hinos conhecidos do povo. Fazendo o anúncio ao final da preleção.
Desejava uma estrutura moderna, ampla e funcional. “(...) para ser levada aos poucos, a longo prazo, mas com segurança e economia”, comentou o pároco.
A campanha ficou sob os cuidados dos motoristas, liderados por Milton Costa e patrocinado por José do Nascimento.
Hoje a Capela de N. S. Aparecida é uma das mais belas de nossa paróquia, de onde surgiu o Padre Francisco de Assis Gabriel dos Santos, hoje Bispo de Campo Maior, no Piauí.

Rau Ferreira


Referências:
- ESPERANÇA, Revista Centenário da Paróquia (de). Edição de Jacinto Barbosa. Esperança/PB: 2008.
- PARÓQUIA, Livro de Tombo (da). Paróquia de Nossa Senhora do Bom Conselho. Esperança/PB: 1978.

Comentários

  1. O Circo deu lugar a Capela: http://reeditadas.blogspot.com.br/2015/07/religiao-capela-da-belo-jardim.html?m=1

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário! A sua participação é muito importante para a construção de nossa história.