Pular para o conteúdo principal

Visita Pastoral (1926)

Dom Adauto de Miranda Henriques
Dom Adauto Aurélio de Miranda Henriques visitou a nossa paróquia de 07 à 11 de novembro de 1926.
A caravana chegou pela manhã. Acompanhavam o presbítero: Monsenhor José Paulino Duarte, Frei Fabiano OFM, Cônego Manuel Cristiano, Padre Emiliano de Christo, filho de Esperança, Theodomiro Guimarães e Gentil de Barros.
Aguardavam na entrada da cidade o vigário José Borges de Carvalho e os seminaristas Francisco Lima, José Mesquita e Pedro Serrão, além das associações da paróquia, uniformizadas e com seus estandartes. Acorriam ainda as classes sociais, famílias e grande número de pessoas acolhendo a todos com demonstração de carinho, respeito e amor filial.
Após a recepção, foram conduzidas a uma residência para se abrigarem, antes de iniciar a procissão até a igreja matriz onde foi celebrada a santa missa.
O oficiante se dirigiu ao povo declarando aberta a visita e pregando aos fiéis sobre a sua importância e seus fins; determinou-se o horário dos trabalhos e demais avisos.
À noite a pregação do evangelho ficou a cargo de Frei Fabiano.
Nos dias que se seguiram, foram acolhidos os alunos e seus professores, Apostolado da Oração, Congregação dos Moços, Círculo Operário, Irmandade do S. S. Sacramento, Ordem Terceira Franciscana, representantes do comércio.
Por essa ocasião, assinalou o Bispo: “Porquanto, tendo eles a devida compreensão de que o progresso moral é o vínculo e a segurança dos demais, consideram altamente a autoridade do seu vigário com quem mantém a mais perfeita união”.
O Conselho Municipal e autoridades civis que prestaram suas homenagens. E em retribuição, a comitiva visitou os conselheiros, apresentando votos cordiais pela continuidade do “progresso moral e material desta florescente vila”.
Na oportunidade, os paroquianos “levados pelo amor filial e gratidão a nossa pessoa pela elevação de sua terra à categoria de paróquia”, solicitaram que ficasse esta pertencente a Arquidiocese, quando desmembrada de Campina Grande.
A Visita Pastoral rendeu muitos frutos espirituais, foram dispensadas 3865 comunhões, 2.719 Crismas, e quinze casamentos de “pessoas unidas ilicitamente”.
Nos trabalhos internos, foram vistoriados a pia batismal e os departamentos da igreja; examinados os arquivos e lançado o visto nos diversos livros.
“Tudo foi encontrado na melhor ordem, pelo que, cumpre-nos deixar aqui os nossos aplausos ao revmo. Pe. José Borges de Carvalho pelo cuidado e dedicação em que trabalha em seu ministério paroquial e pelo zelo tem manifestado no bem espiritual e moral de sua paróquia” – disse o Bispo, ressaltando o asseio da matriz e sua remodelação, transformando-o em belo templo, que lhe tem custado alguma soma de réis.
Os trabalhos foram encerrados no dia 11, pela manhã, quando então partiram em direção a outras dioceses. A ata desta visita foi lida na estação da missa dominical, com a benção pastoral aos paroquianos.
Dom Adauto foi Arcebispo da Paraíba de 1914 à 1935. Seu lema era “Iter para Tutum” (Prepara o caminho seguro). Esperança lhe rendeu homenagem, denominando uma das praças com o seu nome.

Rau Ferreira

Referências:
- FERREIRA, Rau. Banaboé Cariá: Recortes da Historiografia do Município de Esperança. Esperança/PB: 2015.
- PARÓQUIA, Livro Tombo (da). Nossa Senhora do Bom Conselho. Edição Nº 01/1929 em diante. Esperança/PB: 1908.



Comentários