Zezé Cambeba

By | 19.2.15 Deixe seu comentário
José Irineu Diniz – o Zezé Cambeba – pertencia a uma tradicional família esperancense, uma das primeiras a habitarem este Município.
Nasceu em 15 de dezembro de 1865, sendo um dos primeiros servidores do judiciário local. Exerceu as funções de Juiz de Paz e Partidor. Era casado com d. Rosalina Diniz, e pai do rábula Severino Diniz.
Em 1892, deixando o comércio campinense, fez publicar uma nota de jornal informando naquela praça que os seus serviços seriam prestados na sua residência, na povoação de Esperança:

DESPEDIDA
Retirando-me hoje desta cidade para a povoação de Esperança, onde resido, e como não me seja possível despedir-me pessoalmente de todas as pessoas que dignaram se travar comigo relações de amisade durante o tempo em que aqui estive; venho pela imprensa cumprir este sagrado dever e pedir desculpas, offerecendo a cada uma das ditas pessoas os meus pequenos serviços no lugar da minha residência.
Campina Grande, 10 de Novembro de 1892.
José Irineu Diniz (O Campinense)”.

Faleceu no dia 15 de abril de 1930, após uma sincope cardíaca de que fora acometido, às 15 horas daquele mesmo dia, quando contava 65 anos de idade.
Foi sepultado no Cemitério N. S. do Carmo, neste município. O féretro foi conduzido pelo juiz municipal, e funcionários do fórum.

Rau Ferreira

Referências:
- ESPERANÇA, Livro do Município de. Projeto Gincana Cultural/83 – “Descubra a Paraíba” – Coleção Livros dos Municípios 006/171. Ed. Unigraf. Esperança/PB: 1985.
- O CAMPINENSE, Jornal. Ano I, Nº. 31. Edição de 12 de novembro. Campina Grande/PB: 1892.

- CORREIO DE ESPERANÇA, Ano I, N. XII. Edição de 19 de abril. Esperança/PB: 1930.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: