Casamento matuto

By | 2.1.15 Deixe seu comentário
O “Casamento Matuto” marcou época em nossa cidade. Carroças de boi eram enfeitadas e percorriam as ruas com os noivos em seus trajes típicos. O cortejo saia da residência do Sr. Dogival Costa, em frente à Escola Irineu Jóffily. Pessoas bastante conhecidas de nossa comunidade fizeram parte desta representação, lembremos: Dogival Costa, na figura de Juiz de Paz; seu Irineu, o Delegado; Texaco e Vitória Régia, que foram noivas; e Antônio Torres, que foi o noivo de Vitória numa dessas apresentações.
Na literatura, o casamento é descrito em cordéis com rebuscado sotaque caipira. O enredo é muito simples: a noiva encontra-se grávida e conta a novidade para os pais, que de pronto levam o caso à polícia e partem em busca do noivo fujão. O rapaz é levado à força até o padre e obrigado a casar na presença do vigário e do juiz de paz. Amigos e parentes são testemunhas do enlace que por ocasião da festança fazem uma dança alegórica (quadrilha) satirizando o matrimônio. Temas como sexo, valentia, etc. são comumente utilizados na encenação.
Nesse contexto, dentre os principais marcadores de quadrilha destacaram-se: Benício Nóbrega, Antonio Coelho, José Coêlho, Teotônio Rocha, Matias Virgolino e Ascendino Portela. E mais recentemente, Vitória Régia, Ednaldo Sales e Gera,
Nessa mesma época, Padre Palmeira realizava o “São João na Roça”, onde as moças usavam trajes típicos e apresentavam-se em praça pública, “Tudo isso também permeando os dias de São Pedro e de Santo Antonio, das adivinhações casamenteiras” (Evaldo Brasil).

Rau Ferreira

Referência:
-         BARBOSA, Antonio. Acervo de fotos antigas. Esperança/PB: 2010.
-         BRASIL, Evaldo. Acervo de fotos antigas. Esperança/PB: 2008.
-         BRASIL, Evaldo. Cultura & Arte: síntese de uma estória sem começo nem fim. Manuscrito. Esperança/PB: 2008.
-         ESPEANÇA DE OURO, Blog. Adm. Jailson Andrade. Post de 05/06/2012. Disponível em http://www.esperancadeouro.com/.
-         ESPERANÇA, Livro do Município de. Ed. Unigraf. Esperança/PB.
-         ESPERANÇA, Revista Comercial de. Ano V, Dezembro. Ed. Fernando Rocha. Esperança/PB: 2008.

-         ESPERANÇA, Revista da. Ano I – Nº 03, Jun/Agosto. Esperança/PB: 1997.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: