Pedro Barbosa (Pedoca)

By | 1.6.14 Deixe seu comentário
Por Inácio Gonçalves de Souza
Militar, Desportista e Historiador


Pedro Barbosa, Pedoca (foto: Blog Esperança de Ouro)
Um dos cidadãos mais eclético e folclórico de Esperança é o senhor Pedro Barbosa, mais conhecidos nos meios sociais como “PEDOCA” ou para ser mais excêntrico ele é conhecido também como “PEDOCA DA DIFUSORA”. Esse rústico e animado mencionado locutor sempre soube manter sua denotada paixão pelo seu distinto oficio de comunicação, contemporaneizada pela minha geração, nas décadas de 70 e 80 do século passado.
Voltando ao nosso “HOMEM DIFUSOR” lembremo-nos dos desfiles cívicos de 07 de setembro, como também, dos desfiles de carnaval em Esperança, em que és grande profissional da nossa radiofonia os transmitia, com muita simplicidade e profissionalismo. O seu serviço radiofônico era instalado na Rua Manoel Rodrigues, onde este grande saudoso locutor realizava o seu serviço; estritamente relevante, e a serviço da sociedade esperancense.
Pedro Barbosa, além de locutor, foi um grande desportista, e muito contribuiu para os desportos da cidade de Esperança e adjacências. O seu oficio de locução radiofônica, teve inicio ainda anos 60 ao lado de outro notável profissional do Radio Esperancense: Ernandes da rádio. Pedoca trabalhou ainda em outras cidades da Paraíba, brilhando em outras emissoras de Rádio no Brejo Paraibano e aqui mesmo em Esperança Militou na Rádio Cultura de Guarabira e na Rádio Cidade de Esperança.
Este autentico popular radialista ainda se mantém fiel a seu ofício, até os dias de hoje. O seu serviço radiofônico sobrevive apesar das grandes dificuldades, nas imediações da feira livre de Esperança, no espaço que compreende o campo do América na Rua Jose Ramalho da Costa. Assim Como outros filhos ilustres dessa terra “PEDOCA” merece, por Méritos próprios, permanecer sempre no rol dos grandes homens do lírio verde da Borborema.

Inácio Gonçalves de Souza

 

Referência:

- ESPERANÇA, Folha de. Jornalista Otílio Rocha. Edição nº 06, abril. Esperança: 2011;



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: