Esperança: Notas corográficas

By | 18.11.10 Deixe seu comentário
Fizemos algumas anotações corográficas das terras que compunham a antiga Sesmaria de Banabuyé.
Lembramos que a grafia varia de acordo com a época em que se insere, podendo variar de Banabuyé, Banabugê, Banabuhe, Banabuié, Banaboié ou Banabuiú, por exemplo. Algumas datam da própria concessão outras são referidas pelos historiadores que se seguiram ao seu tempo, como Irineu Joffily (Banabugê) e João Lira Tavares (Banabuié). De certo que o topônimo guarda relevância histórica, mas para facilitar o nosso trabalho preferimos a grafia Banabuyé que nos parece mais condizente com a linguagem tupi de onde se origina, segundo L. F. Clerot.
Eis as nossas notas:
Banabuyé – Sesmaria concedida a João da Rocha, revalidada em 1753. Situa-se entre no agreste paraibano entre as zonas do brejo e curimataú. Fazenda de criação de gado homônima da parentela dos Oliveira Ledo, pertencente a Amarinha Pereira de Araújo e seu esposo João da Rocha Pinto. Nas terras que formavam a antiga sesmaria de Banabuyé, surgiu em 1862 um aglomerado de casas que seria o  marco inicial do município.

Cabeço – Fazenda de criar gados que teve origem no espólio de Maria da Penha França e que por sucessão pertenceu a Francisca Celina Brandão e Francisco de Sales Pessoa.

Lagoa Verde – era uma Sesmaria pertencente a Matias Soares Taveira no ano de 1725, situada no Sertão do Paó, antiga denominação que delimitava as terras do litoral e interior.

Lagoa de Pedra – Sesmaria localizada no Sertão do Paó e concedida em 1713. Era uma fazenda de criar gados nas proximidades de Esperança e em 1865 fez parte do espólio de Maria da Penha França. Em 1909 esta propriedade pertencia ao Padre José Antunes Brandão, que exerceu o paroquiato em Lagoa de Roça por cerca de 50 anos.

Riacho Fundo – fazenda de criar gados que pertencia igualmente a dona Maria da Penha França.

Logradouro – fazenda que em 1865 pertencia ao Major Matias Francisco Fernanes, sogro de Manoel Rodrigues nosso primeiro prefeito. O Major Matias Fernandes foi grande fomentador do comércio local, faleceu em 1904.
Mateus Araújo Rocha, em 1713, estava situado na propriedade Lagoa de Pedra quando solicitou por gleba a referida Sesmaria que recebeu o n. 107. Estas terras se confrontavam com as de Domingos da Rocha, de n. 116.
Matias Soares Taveira criava gados no Sertão do Paó quando requereu duas Sesmarias: a de n. 109 (Lagoa Verde) limitava com terras de Domingos da Rocha, e a de n. 202 (Forno) fazia fronteira com os açudes Araçagi e Mamanguape.
O professor Clerot escreve em sua obra Trinta anos de Paraíba que: “...no alto da Borborema, aparece banabuhé, antigo nome de Esperança”.
No livro “Boa Vista de Sancta Roza: de fazenda a municipalidade” há uma referência a Sra. AMARINHA PEREIRA DE ARAÚJO, que com seu esposo João da Rocha Pinto, “estabeleceram-se em Lagoa Verde (Banabuê – no brejo), cerca oitenta quilômetros da fazenda Santa Rosa. Nesse lugar teve início a cidade de Esperança.” (MEDEIROS: 2003, p. 52).
Em 1753 a concessão da Semaria e Banabuyé foi revalidada, sendo estas pertencentes aos herdeiros de João da Rocha. De uma antiga carta retiramos o seguinte trecho: “... Sesmaria de terras de sobras no sertão das Alagoas, Banaboié desta Capitania, passada ditos em 15 de outubro de 1789... dizem que no sertão das Alagoas até Banaboié entre os filhos de João Morais, Rio Araçagi, Data do Riachão, Data do Banaboié se acham sobras devolutas de terras em seus meios, pegando da testada dos ditos filhos de João Morais...”, pelo que requerem a sua concessão.
Alagoas era a antiga denominação dada ao atual município de Remígio e pelo que se oberva pertenciam a nossa Banabuyé, assim como parte das terras de São Tomé (Alagoa Nova).
Com o passar dos anos e as constantes mudanças geográficas, restou-nos apenas os 165,189 km2 ora existentes. E até onde sabemos Esperança disputa com Lagoa de Roça o chamado Sitio Riacho Fundo, que também fica nos nossos limites; fato que ficou mais evidente durante o Censo IBGE 2010.

Rau Ferreira

Fonte:
- SALES, José Borges de. Alagoa Nova: Noticias para sua história. Fortaleza, Gráfica e Editora. 1990;
- SANTOS, Valter Araújo dos. São Sebastião de Lagoa de Roça: Anotações para a sua históriaia. Gráfica Fabrício: 2001;
- SERAFIM, Péricles Vitório. Remígio: Brejos e carascais. Editora Universitária: 1992;
-         SOARES, Francisco de Assis. Boa Vista de Sancta Roza: de fazenda à municipalidade. Ed. Unigraf, Campina Grande: 2003;
-         MEDEIRO, Tarcízio Dinoá. Freguesia do Cariri de Fora. São Paulo/SP: 1990;
- Wikipédia: Esperança (Paraíba) em pt. wikipedia.org;
-         Fotos: Esperança de Ouro, Jailson Andrade. 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: