Mais valia, poema de Rau Ferreira

By | 27.10.10 2 comments
À Sabaguim Cabeceiro

Servi a tantos senhores
Hoje não sirvo pra nada
O fruto do meu labor
É fogo morto, chama apagada.

Rau Ferreira
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário