Macambira & Querindina

By | 23.2.10 Deixe seu comentário
O casal Antônio Fernando Rocha e Marinalva Bezerra de Menezes incorporam os personagens “Macambira & Querindina” desde junho de 2002, e se apresenta nos mais variados eventos locais e nacionais.
É com muita irreverência que exalta a linguagem matuta e os trejeitos do povo paraibano. Bastante populares na cidade e casados há 22 anos, ele é vendedor e adido cultural, e ela é socióloga e professora da Escola Estadual “Irineo Joffily”.
Desde 2003 escrevem e divulgam o cordel em todo o país. Entre os mais diversos títulos que compuseram destacamos: Macambira & Querindina no dia dos namorados; A chegada de Imbirinha; O dia que Macambira morreu; O primeiro São João de Imbirinha; Macambira e o papagaio falador, e o Casamento Matuto de Macambira e Querindina.
Em 2008, com o apoio do Ministério Público da Paraíba, entraram na luta contra a corrupção e na oportunidade lançaram “Um bicho chamado corrupção”, que lhe rendeu muitas homenagens daquela instituição. Este trabalho foi divulgado na rede pública municipal e em todo o Estado, com a participação dos alunos que concorreram em várias categorias como redação e desenho.
Eles também idealizaram e promovem o FestCordel – Festival Estudantil da Literatura de Cordel, que já vai na sua terceira edição.
Entre os eventos dos quais participaram destacamos:
- Campanhas publicitárias no Rádio e na TV;
- Apresentações em Escolas públicas e particulares;
- Divulgação do artesanato na Paraíba durante a exposição realizada no Maior São João do Mundo, Campina Grande-PB, 2008.
- Corrida da Fogueira, Esperança-PB, 2004;
- 1º São João do Nordeste, São Paulo-SP, 2004;
- I FestCordel, homenagem a “Toinho da Mulatinha”, Esperança-PB, 2006;
- II FestCordel, tema “Meio ambiente”, Esperança-PB, 2007;
- Corrida de São Silvestre, São Paulo-SP, 2007/2009;
- Campanha: Combate à Corrupção, Ministério Público do Estado da Paraíba, 2008.
- III FestCordel, tema: “Educação no município”, homenagem a D. Letinha, com o apoio da Fundação Augusto dos Anjos, Esperança-PB, 2008/2009;
Não obstante as dificuldades continuam batalhando em prol de seus ideais, divulgando a nossa cultura e tornando conhecida a nossa cidade em todo o país. Por esta razão rendemos esta singela homenagem.
No detalhe da foto vemos o casal devidamente caracterizado e comercializando os seus cordeis.

Rau Ferreira

Fonte:
- Revista Comercial de Esperança, Ano V, Ed. Fernando Rocha: dezembro de 2008, p. 08/09;
- Cordel “Uma história para ti”, Fernando Rocha e Marinalva Menezes (Macambira & Querindina), Esperança-PB, 2009, p. 18.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário