Esperança e sua história

By | 27.12.09 Deixe seu comentário


Os nativos antigos do território de Esperança foram os índios cariris, da tribo Banabuyé. E por esse motivo o primeiro nome do primeiro povoado foi Banabuié.
Outro nome que a cidade recebeu foi Boa Esperança. Esperança foi emancipada em 1 de dezembro de 1925, desmembrada do município de Alagoa Nova. O primeiro gestor do município foi Manoel Rodrigues de Olivieira e Teotônio Thertuliano da Costa foi o seu vice-prefeito.
Clic no título da postagem e saiba mais...


São símbolos de Esperança: O Brasão Municipal, a Bandeira e o Hino Municipal. A letra do Hino é de autoria de Vitória Régia Côelho Paulino da Silva e música de João Veríssimo.
As cores da Bandeira são branco e verde. O verde simboliza a Esperança e o branco significa a Paz, a amizade, o trabalho, a pureza, a prosperidade e a religiosidade. A coroa mural com quatro torres de prata é o símbolo da cidade. Existe um listel de branco com tons esverdeados com a data da emancipação do município.
A paróquia foi criada no dia 20 de maio de 1908, desmembrada da Paróquia de Alagoa Nova por ato do Bispo da Paraíba Dom Adauto de Aurélio de Miranda Henriques, tendo ao comando o Padre Francisco Gonçalves de Almeida, nosso primeiro padre.
Posteriormente a pequena capela foi demolida e no mesmo local construiu-se a Igreja Matriz Nossa Senhora do Bom Conselho, como a conhecemos hoje. Com uma torre de 36 metros de altura e uma cruz de acrílico no alto, a igreja possui ainda um relógio e uma gruta de pedras de rosa, onde se vêem as imagens da Virgem de Lourdes e Santa Bernadete. Nesse local eram seputadas as pessoas importantes da cidade.
Alguns padres já fizeram parte da nossa paróquia. Os mais recentes foram os Pe. José de Assis Pereira (1992-2000) e Damião Ferreira da Silva (2000-2004), este último faleceu.
Atualmente quem dirige a nossa paróquia é Pe. José Alexandre Moreira de Macedo e Pe. João de Deus.
No detalhe da foto, Esperança como era vista em 1935.
Esta matéria foi publicada no site noticiaesperancense.com.br, em 19/12/2009.

Rau Ferreira

Fonte:
- Livro do Município de Esperança (n. 006/171), João Pessoa, Unigraf, 1985;
- Site: http://www.virgulino.com/;
- Comentários sobre Nossa Senhora do Bom Conselho: José Henriques da Rocha, 2008;
- Esperança, wikipédia (http//pt.wikipedia.org);
- Foto: arquivo pessoal.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário