Zé Limeira em Esperança

By | 3.3.17 Deixe seu comentário
Esperança também é terra da poesia e do repente. Muitos cantadores passaram por estas plagas, em suas feiras declamaram versos e venderam seus folhetos. Aqui nasceu João Benedito, precursor desta vertente que se chama cordel, Campo Alegre e tantos outros.
Por aqui gozou da amizade com Egídio Gomes de Lima, folhetista patrono da Cadeira nº22 da Alane [Academia de Letras e Artes do Nordeste] e autor do livro-referência "Os Folhetos de Cordel" (Editora Universitária: 1978).
E cantou com Josué da Cruz quando este ainda morava na rua João Mendes, denunciando um homicídio que recebeu a seguinte sextilha de Limeira:
“Isso de morrer à toa
Já vem de tempo passado
São José morreu de velho
São João morreu degolado
Jesus morreu numa cruz
Judas morreu enforcado. ”

José Nêumanne reproduz um comentário de Zé Alves Sobrinho que disse ter conhecido o Zé Limeira que deu origem ao mito e que foi hospedado por Heleno Firmino num sítio a poucas léguas de Esperança. E todos sabem da família “Firmino” de José, Sebastião e Patrício que hoje descansam na glória eterna.
Orlando Tejo – o pseudo criador – chegou mesmo a comentar o desgosto de Limeira “por modo já botar o João Benedito” num livro. Com efeito, o Viana de Esperança já era bem conhecido, citado por Átila Coutinho em seu magistral “Dicionário Bio-biográfico de repentistas”.
Quem bebeu desta fonte, sorvendo os bons fluídos da poesia esperancense, não passou despercebido. E por essa razão, o poeta-popular já cantou a vertente: “Lima, limão e limonada/ Na terra da Esperança/ Todo cantador é de expressão”.

Rau Ferreira

Referências:
- ALMEIDA, ÁTILA Augusto F. (de). SOBRINHO, José Alves. Dicionário bio-bibliográfico de repentistas e poetas de bancada, Volumes 1-2. Ed. universitária: 1978.
- PINTO, José Nêumanne. Zé Limeira: O surrealismo em repente de viola. Jornal do Brasil. Edição de 04 de maio. Rio de Janeiro/RJ: 1976.
- TEJO, Orlando. Zé Limeira: poeta do absurdo. 5ª Ed. Centro Gráfico. Senado Federal: 1980.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário