Jornal A SETA

By | 6.7.16 Deixe seu comentário
No ano de 1928 circulou em Esperança o jornal “A Seta”, dirigido por Tancredo Carvalho, que era ligado à sociedade esperancense, pois sua esposa era natural desta cidade. Eram redatores: Teotônio Rocha, Sebastião e Severino Diniz.
Tancredo sempre vinha a Esperança “visitar os familiares e tomar parte nas festas”. Foi numa dessas ocasiões que, por insistência de amigos, resolveu mudar de residência. O jornalista era natural de Solânea, onde também lidara com a imprensa, fundando o “Correio de Moreno”.
Transferiu o jornalista toda a família, “conduzindo um prelo manual, algumas fontes de tipo e certo material tipográfico destinados a fazer circular o referido jornal”.
O jornal circulou, pela primeira vez, por ocasião das homenagens alusivas à Padroeira do Bom Conselho, produzindo a eleição da “Rainha da Festa”. 
Neste concurso de beleza e simpatia sagrou-se vencedora a Srta. Ritinha Andrade. A festa da coroação reuniu a melhor sociedade esperancense, sendo a homenageada saudada por Severino Diniz.
O periódico teve vida curta. Três anos depois, Tancredo muda de domicílio, desta feita, indo residir em Campina Grande, onde funda o jornal “Brasil Novo”.

Rau Ferreira


Fonte:
-        ARAÚO, Fátima. Paraíba, imprensa e vida: jornalismo impresso 1826 a 1986. Grafset. João Pessoa/PB: 1986.
-        BARBOSA, Socorro de Fátima Patrício. Pequeno Dicionário dos Escritores/Jornalistas da Paraíba do Século XIX. UFPB/BC. João Pessoa/PB: 2009.

-        CARVALHO, Tancredo. Memórias de um brejeiro. Gráfica Júlio Costa. João Pessoa/PB: 1975.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: