O velho "Samu"

By | 22.11.15 1 comment
Samuel Vital Duarte (1904/1979) nasceu no Sítio Canta Galo de Lagoa de Roça, que à época pertencia à cidade de Alagoa Nova. Entretanto, desde cedo fixou residência em Esperança, onde iniciou seus estudos acadêmicos.
O filho de agricultores ingressou no Seminário Arquidiocesano da Parahyba aos doze anos. Naquela época, este era o caminho que os menos favorecidos dispunham para ter acesso a um ensino de qualidade, abrindo assim as portas para carreiras futuras.
Antes de entrar para a Faculdade de Direito no Recife, diplomou-se em Humanidades pelo Lyceu Parahyubano, trabalhou como revisor d’A União, e prestou concurso para os Correios onde atuou como auxiliar.
Concluído o bacharelado (1931), retorna a Esperança, onde passa a advogar em causas pouco rendosas, enfrentando o licenciado Severino Irineu Diniz.
Impregnado pelas ideias liberais, engrossa as fileiras da política. A sua base eleitoral era basicamente Esperança e Alagoa Nova que constituía a sua origem e reduto eleitoral.
Elegeu-se deputado em 1934, pelo Partido Progressista, mas seu mandato foi interrompido três anos depois, com o advento do Estado Novo.
Retornaria à Câmara Federal em 1945, após ser eleito pelo Partido Social Democrático (PSD), assumindo a Presidência daquela Casa em 1947. Foi reeleito em 1950, mas renunciou quatro anos após ser nomeado Avaliador dos Feitos da Fazenda.
Esperança sempre lhe deu expressiva votação. As suas alianças neste Município o favoreciam, embora encontrasse forte resistência do Pároco João Honório de Melo, este ligado à UDN.
O padre de Esperança resolveu apoiar Milton Paiva, candidato do PRP, que alcançou expressiva votação, sem ser eleito. O vigário era ultranacionalista, e conseguiu derrotar Duarte em 1958. Contrariadas, as lideranças locais recorreram ao Bispo Diocesano, Após aquele episódio, Honório era removido para Monteiro/PB.
Cidade afetiva do velho “Samu”, Esperança lhe prestou importante homenagem, através do Tribunal de Justiça da Paraíba, quando denominou o Forum desta Comarca com o seu nome.
O Dr. Samuel Duarte presidiu a Ordem dos Advogados do Brasil (1967/1969), participando da criação do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana.

Rau Ferreira

Fonte:
- FERREIRA, Rau. Ilustres de Esperança: Biografia de cidalinos esperancenses. Edições Banabuyé. Esperança/PB: 2010.
- Mello, José Octávio de Arruda. Samuel Duarte. Série Perfis Parlamentares. Brasília: Câmara dos Deputados. Edições Câmara: 2014.

- Mello, José Octávio de Arruda. Sociedade e poder político no nordeste: o caso da Paraíba (1945-1964). Editora Universitária. João Pessoa/PB: 2001.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

1 Comentários:

Dinos & Me disse...

Rau, uma ótima publicação, para que, a juventude esperancense tome conhecimentos dos vultos importantes do nosso municipio e da nossa região. Apenas uma pequena correção: Em 1958, o padre de Esperança já era Manoel Palmeira da Rocha, tendo assumido a paróquia de Esperança no ano de 1953.