Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Ligação ocupada, Hauane Maria

Tô ligando pra ti dizer amor que eu ainda te amo, não consigo te esquecer. Devo esta fazendo papel de tola, mas eu não ligo.
Só te quero ao meu lado a todo instante. Só quero teu sorriso junto ao meu, ao meu...
Você deve está ai nem ouvindo, rejeitando minha chamada, tapando os seus ouvidos e fingindo que não escuta nada, mas me dá uma chance!
Porque quando você me ligava pedindo desculpas, eu atendia. Aceitava sua chamada, com muita educação pensava e depois lhe dizia “tudo bem...”
Agora quando sou eu você rejeita! E no fim... Eu sou a vilã da história.
Você deve está ai nem ouvindo, rejeitando minha chamada, tapando os seus ouvidos e fingindo que não escuta nada, mas me dá uma chance.
Desculpa, vai!
Hauane Maria

Abastecimento d'água

Ninguém discorda da importância da água para a subsistência do ser humano. Água é vida e seu elemento necessário. Esperança se tornou conhecida no passado não apenas por ser uma cidade verdejante, decantada pelo poeta, como por ser um lugar onde se encontrava tanques, cacimbas, poços, riachos e lagos que captavam as precipitações das chuvas da invernada para os tempos das secas. Já dizia Irineu Jóffily em 1892, que Esperança possuía muitos olhos d’água obstruídos. A vila de casas surgiu no entorno do Açude Banabuyé, este importante manancial que serviu aos esperancenses durante muitos anos. Mas podemos citar outros importantes reservatórios, como o tanque do Araçá, a Lagoa da Porta, nas proximidades do Campo do América, que igualmente tiveram sua importância no passado. Não é à toa, que muitas das propriedades denominam-se por lagoas: Lagoa Comprida, Lagoa da Marcela, Lagoa de Cinza, Lagoa de Pedra, Lagoa do Sapo, Lagoa dos Cavalos, Lagoa Verde, Lagoinha das Pedras... apenas para citar …

América e sua "legião estrangeira"

O América de Esperança se orgulha de ter passado por seus quadros inúmeros jogadores naturais de Esperança que fizeram a glória do time, conquistando vitórias ao longo de sua trajetória. Não obstante, a equipe também recebeu atletas de outras agremiações, de outras cidades, alguns que chegaram aqui para treinar e acabaram ficando a convite da diretoria, enfim uma verdadeira “legião estrangeira” que completou o plantel americano integrando-se de tal forma que deixaram marcas indeléveis na história do nosso futebol. Citemos alguns desses jogadores que no passado fizeram parte do “Mequinha”: Teixeirinha, Cupertino, Caé, Celedino, Sebastião, Aprígio, Vavá, Arnoud, Capuco, Guri, Clodoaldo, Araruna, Sargento, Ciçero, Petita, Chico Preto, Dico, Lula, Cebinha, Lucas, Marcelino, Rubinho, Reginaldo, Adauto Brasileiro, Chico, Ruivo, Felix, Colher, Bola Sete, Tonho, Zeca, Mendes, Bobó, Quincas, Vando, Sevi, Sebastião, Alfredinho, Aragão, Milton Neginho, Cará, Adroaldo, Olímpio e Biu Wilson. Essa li…

2015: América x Auto Esporte

O aniversário de um dos clubes mais tradicionais da Paraíba, o Auto Esporte, foi comemorado de maneira simples, no Estádio Leonardo da Silveira no bairro de Cruz das Armas, na última segunda-feira 07 de setembro. No dia em que completou 79 anos, a diretoria do Macaco Autino organizou vários eventos dentre eles uma partida entre América F. C. de Esperança e o Auto Esporte com a presença de antigos jogadores. Com uma mescla de jogadores América e Auto Esporte fizeram uma boa partida, o América iniciou o jogo de forma arrazadora e terminou o primeiro tempo vencendo pelo placar de 3 x 0. No segundo tempo o Auto se organizou em campo e com a experiência de antigos ídolos o clube chegou ao empate ainda nos primeiros quinze minutos, o América fez algumas alterações e conseguiu controlar a partida jogando nos contra-ataques conseguiu ampliar o placar e venceu bem, placar final América F. C. 6 x 3 Auto Esporte. Sempre sou convidado para estas festas e venho com maior prazer. Aqui a gente reenco…