Salathiel Coelho

By | 4.2.15 Deixe seu comentário
Foto: Blog Revivendo Esperança
Quem escuta hoje as trilhas sonoras das novelas brasileiras não faz a menor ideia de que o som que embala atores e coadjuvantes passa pelas mãos brilhantes de um esperancense. Pois bem. O sonoplasta Salathiel Coelho não só criou essa forma espetacular de dar vida às cenas e personagens, como também escreveu vários temas para a televisão.
Salathiel nasceu em Esperança, aos 17 de dezembro de 1931. Iniciou ainda adolescente como locutor, quando foi descoberto por Assis Chateaubriand casualmente, na cidade de Campina Grande. Na ocasião, o magnata das comunicações havia perdido um documento e pediu-lhe que anunciasse o fato nos auto-falantes. Satisfeito com a sua apresentação, o velho Chatô percebeu logo o grande potencial do jovem.
Transferiu-se para o eixo Rio-São Paulo no ano de 1948, onde a sua atuação se fez mais presente. Mas o primeiro álbum só veio em 1964/65, quando inovou registrando em LP a trilha sonora das novelas exibidas pela extinta TV Tupi (“O Sorriso de Helena”, “Tereza”, “O Direito de Nascer”, “Se o Mar Contasse”, “O Cara Suja”, “Quando o Amor é Mais Forte” e “Alma Cigana”).
No sul do país trabalhou ainda em rádio (Tamoio, Piratininga, Tupi e Cultura), TV (Tupi, Cultura, Globo e Bandeirantes), e gravadoras (RCA Victor, Philips, Odeon, Copacabana e Continental).
Foi ainda consultor do Projeto SACI (Satélice Avançado de Comunicação Interdisciplinar), produtor musical da Tupperware do Brasil, e gerente artístico e de repertório da Chantecler e RGE.
Produziu dublagens e argumento cinematográfico; escreveu peças teatrais (O Homem que veio do Céu e Macação) e uma novela (Ama de Sangue).
No período de 1988 à 1999, esteve fora do Brasil. Por essa época, dirigiu musicais de novelas da Marte Television, de Caracas; da italiana Telelíbera Rete A, de Milão; e da portuguesa NBP, de Lisboa.
Em sua carreira foi agraciado com vários prêmios, com destaque para os troféus Imprensa, Roquete Pinto e Chico Viola.
Muitos artistas devem o seu ingresso televisivo ao criativo Salathiel, que hoje reside no interior mineiro e tem uma vida pacata longe dos holofotes.

Rau Ferreira

Referência:
- NetSaber, Biografias*. Disponível em <http://www.netsaber.com.br/>
- InterFilmes, Site*. Disponível em <http://www.interfilmes.com/>
- Museu da TV, site*. Disponível em <htto://museudatv.com.br/>

Sites acessados em 02/09/2013.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: