Incentivo à leitura

By | 22.2.15 Deixe seu comentário
Li há algum tempo que uma das condições primordiais para o sucesso em qualquer área é o domínio da língua portuguesa. Temida por alguns e admirada por outros, esta pode ser a porta de entrada para uma carreira sustentável na iniciativa pública ou privada.
E para conhecer melhor esta linguagem tão culta é preciso fomentar a leitura, que deve principiar-se no início, seja nas séries iniciais ou como estímulo dos pais aos filhos em casa. A leitura nos trás não só o rigor da norma, mas o saber que é preciso. Com ela, aumentamos a nossa capacidade de perceber o mundo e criticar quando for preciso.
Muitos dos grandes homens foram ou são grandes leitores, com esta capacidade de apreensão que lhes é peculiar; fazendo dela um hábito e cultivando esse prazer diariamente.
No Brasil – ao contrário de outros países – pouco se lê e pouco se incentiva a leitura.
Devemos nos esforçar se quisermos conseguir algo bom, algo novo. Sem a notória classificação de estudante nota 10. A sã leitura abre portas e alarga caminhos; e no fim de tudo o sucesso é inevitável.
Espero que este pequeno artigo sirva de alerta para muitos cidadãos e apóie projetos ligados às letras.
Gostaria de finalizar com uma frase retirada do poema “À Virgínia Vitorino”, de Silvino Olavo, um dos homens mais expressivos na Paraíba de seu tempo:

Quando a lágrima nasceu já um Poeta alçou:
- Faça do livro o seu melhor amigo!...
E na glória, e no fim de tudo que passou,
Uma lágrima ainda treme, ainda vive comigo!
(in: Badiva: poesias inéditas [de] Silvino Olavo.
Marinaldo Francisco de Oliveira (Org.).
Esperança/PB: 1997).


Rau Ferreira
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: