Esperança terra de quem?

By | 20.2.15 Deixe seu comentário
Muitas cidades ostentam em seus portais de entrada o nome de um grande vulto ou personalidade pela qual desejam serem conhecidas. Nesse contexto, algumas cidades fronteiriças a nossa estão muito além que tão somente ousamos homenagear a cultura nas quatro festas do ano: Areia é terra de José Américo; Alagoa Grande, do rei do ritmo Jackson do Pandeiro; Araruna tem Peryllo D’Oliveira, em Alagoa Nova nasceu Pedro Gondim etc.
Quanto ao nosso torrão, podemos enumerar no mínimo três nomes importantes que poderiam figurar em um eventual mural de boas-vindas da cidade: Padre Zé Coutinho, nascido na primeira casa da rua do Sertão, o pai da ação social na Parahyba; Silvino Olavo, advogado, poeta e jornalista, ex-Chefe de Gabinete do Presidente João Pessoa; e Elysio Sobreira, comandante e ex-Auxiliar de Ordens do governo João Suassuna, além de patrono da PMPB.
Evidente que há outros nomes igualmente ilustres que poderiam figurar nesta lista, mas estes a meu ver, evocando um passado de ouro, seriam os mais cotados.
Caberia ao poder público realizar um plebiscito para ver quem a população pretende que represente o Município. Numa provável eleição, entre estes que foram nominados aqui, ficaria com Padre Zé que, além de suas virtudes é candidato a santo.
Fica aqui a sugestão para ser seguida. Mas será que este grito encontra ouvidos atentos? O tempo nos dirá.

Rau Ferreira


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: