Esperança no cenário nacional

By | 18.2.15 Deixe seu comentário
Esperança – apesar de pequenina – sempre mereceu destaque na imprensa nacional, seja pelo seu apoio incondicional ao Presidente João Pessoa, através dos destacados conterrâneos Silvino Olavo e Elysio Sobreira, ou mesmo devido a produção de batatinha, que chegou a ser uma das maiores do país.
Com efeito, relacionamos algumas dos principais artigos publicados em jornais do Rio que denotam esta condição impar do nosso pequeno torrão.
“Os decretos assignados. (...). Nomeando ajudante do procurador da República: Francisco Salles de Albuquerque, no município de Esperança, na secção da Parahyba do Norte” (Gazeta de Notícia: 20/20/1926).

“Nomeações. Por decreto... Em dezembro de 1926... Ajudante do Procurador da Repúbica, no Município de Esperança: Francisco Salles de Albuquerque” (O Paiz, 22/12/1926).

Idêntico conteúdo n’O Imparcial (Rio: 02/02/1926) e no periódico A Manhã (Rio: 20/02/1926 e 22/12/1926).

“Parahyba, 16. – A commissão executiva do Partido Republicano indicou o coronel Elysio Sobreira, commandante da Força Pública, para chefia política do município de Esperança”
Esperança à época era a síntese do Brasil, uma miniatura do modelo político dominante” (A Manhã: 19/01/1926).

Em 1942, era publicada a seguinte nota de jornal:

“Novo prefeito de Guarabira
JOÃO PESSOA, 21 (AN) – O interventor Rui Carneiro assinou decreto nomeando o sr. Sebastião Vital Duarte, prefeito do município de Esperança, para idêntico cargo no município de Guarabira.” (A Manhã: 22/10/1942).

Sebastião Duarte era irmão do interventor Samuel Duarte e administrou o município de Esperança entre os anos 1940/42.
Notícias políticas também recheavam os periódicos daqueles tempos:
“Perseguições políticas na Paraíba. Demissões e transferências de funcionários pessedistas. (...)
No município de Esperança, o prefeito, em combinação com a polícia, proibiu o trânsito pelas ruas da cidade depois de 23 horas, mandando dar o ‘toque de recolher’ pelo sino da matriz. Como se vê, Esperança parece até uma terra ocupada pelo inimigo...” (A Manhã: 07/05/1947).

“O PRESIDENTE JOÃO PESSOA É RECEBIDO NOS MUNICÍPIOS PARAHYBANOS COM EXTRAORDINÁRIAS MANIFESTAÇÕES DE SOLIDARIEDADE E ENTHUSIASMO. Parahyba, 19. De acordo com o seu programma de visitar o interior do Estado, o presidente João Pessoa visitou o município de Esperança, passando por Alagoinha, Alagoa Grande, Areia e Alagoa do Remígio, sendo recebido em toda parte com extraordinárias manifestações de solidariedade e enthusiasmo. Alagoinha, Alagoa do Remígio e Esperança constituem frente única a Aliança Liberal. Alagoa Grande e Areia têm opposições, sendo inferior a dez por cento o seu eleitorado” (Diário Carioca: 21/11/1929).

E comunicados agrícolas, como esse:

“Mais um banco de crédito agrícola e commercial na Parahyba. Parahyba, 24 (A. B.) – Foi fundado no município de Esperança um banco agrícola commercial, no systema Luzzatti.
Esse emprehendimento vem satisfazer a uma necessidade local, beneficiando os agricultores que muito soffriam pela falta de ume estabelecimento no gênero” (Diário Carioca: 25/08/1929).

Rau Ferreira

Referências:
- O PAÍZ, Jornal. Edição de 22 de dezembro. Rio de Janeiro/RJ: 1926.
- A MANHÃ, Jornal. Edição de 19 de janeiro. Rio de Janeiro/RJ: 1926.
- A MANHÃ, Jornal. Ano II, N. 371. Edição de 22 de outubro. Rio de Janeiro/RJ: 1942.
- A MANHÃ, Ano VI, N. 1.760. Edição de 07 de maio. Rio de Janeiro/RJ: 1947.
- DIÁRIO CARIOCA, Jornal. Edição de 25 de agosto. Rio de Janeiro/RJ: 1929.
- DIÁRIO CARIOCA, Jornal. Ano II, N. 409. Edição de 21 de novembro. Rio de Janeiro/RJ: 1929.

- GAZETA DE NOTÍCIAS, Jornal. Ano LI, N. 43. Edição de 20 de fevereiro. Rio de Janeiro/RJ: 1926.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: