José Cândido Coelho

By | 31.1.15 Deixe seu comentário
José Cândido Coelho nasceu por volta de 1861 no Sitio Lagoa de Pedra, e faleceu em 01 de abril de 1945. Louro, olhos azuis, com cerca de 1,80 metros de altura, rosto afilado e de bigode. Sabia ler e escrever.
Viveu a infância e adolescência no Município de Esperança, e na idade adulta, foi residir na localidade de Lagoa de Roça casando-se com a Sra. Cândida Carlos de Carvalho – d. Candinha – com quem teve quatro filhos: Joventino, Inácia, Porfírio e Francisco.
Grande proprietário de terras, possuía as fazendas: Baixa grande e Amaro (Esperança), Taboleiro (Lagoa de Roça), Barriguda e Frei Jorge (Pocinhos), além da Fazenda Muqúem, em Areia. Em razão disso, Antônio Silvino e outros cangaceiros perturbavam-lhe o sossego, exigindo dinheiro para não invadirem as suas terras, no que sempre atendida. Esse fato lhe valeu a suspeita de conluio com os bandidos, sendo investigado e até surrado pela milícia, recebendo depois a patente de “Capitão” que lhe garantia proteção e direito a prisão especial, passando a ser respeitado naquele povoado, e até nomeado Juiz Municipal.
De temperamento forte, após receber a patente passou a combater os cangaceiros, entrando várias vezes em confronto com Antônio Silvino.
Em Lagoa de Roça, exercitava o comércio de tecidos até o dia em que sua tropa de animais foi atacada em Itabaiana, dedicando-se inteiramente à agropecuária.
Era excelente montador e gostava de enfeitar os seus cavalos.
Faleceu aos 84 anos. Uma das artérias do Município de Lagoa de Roça foi denominada em sua homenagem.

Rau Ferreira

Referências:

- SANTOS, Valter Araújo dos. São Sebastião de Lagoa de Roça: Anotações para a sua históriaia. Gráfica Fabrício: 2001.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: