Deu no jornal...Sol, a última notícia

By | 13.1.15 Deixe seu comentário
Rau Ferreira*


No ano de 1969 o poeta Silvino Olavo fazia sua última caminhada pela Beleza dos Campos. Após permanecer internado por alguns dias, veio a falecer. A notícia do seu óbito foi divulgada nos principais jornais.
A nota a seguir, foi publicada no Rio pelo Correio da Manhã e expressa, de forma singular, a importância do vate no círculo literário:

“SILVINO OLAVO morre aos 73 anos. RECIFE (Sucursal) – O poeta paraibano  Silvino Olavo, amigo inseparável de Augusto dos Anjos e Carlos Dias Fernandes, morreu louco, com a idade de setenta e três anos. Silvino, que publicou Os Cisnes e Sombra Iluminada, era advogado e tribuno famoso. Enlouqueceu ao receber a notícia do assassinato de João Pessoa, de quem foi chefe de gabinete e orador preferido nas campanhas políticas. Silvino Olavo foi sepultado em Doce Esperança, sua terra natal”.

Seus restos mortais repousam em uma urna funerária próximo à Gruta N. S. de Lourdes, na Igreja Matriz

Rau Ferreira


Referência:
- FERREIRA, Rau. Silvino Olavo. Epgraf. Esperança/PB: 2010.

- CORREIO DA MANHÃ, Jornal. Edição de 04 de novembro. Rio de Janeiro/RJ: 1969.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: