Campanhas do Mequinha: 1976

By | 3.1.15 Deixe seu comentário

Campanhas do América de Esperança
no Campeonato Paraibano

Por Júlio César (*)
Depois de sua primeira participação no paraibano de 1975, a diretoria americana decidiu que o ano de 76 seria diferente. A proposta era apagar a má campanha do ano anterior e entrar no estadual disposto a ameaçar as equipes mais tradicionais. No entanto, pouco antes de começar a competição a equipe perdeu seus apoios financeiros ficando lançada a própria sorte. Sem recursos logo começaram a aparecer às despesas e entre elas o atraso no pagamento dos atletas. Para piorar a situação, a própria torcida deixou de prestigiar os jogos do time após sofrer derrotas nos três primeiros jogos. Nem mesmo a surpreendente vitória fora de casa diante do Atlético de Sousa foi suficiente para convencer o torcedor a comparecer aos jogos do alvirrubro. Para conseguir sanar as dividas a diretoria se viu na condição de venda de mandos de campo para os adversários.  O que gerou uma seqüencia de sete jogos sem pisar no gramado do José Ramalho da Costa.

1976
TURNO

01/fev                        Guarabira                  3-0      América
15/fev                        América                     0-1      Auto Esporte
22/fev                        América                     0-2      Desp. Borborema
07/mar          Atlético de Sousa      1-2      América
10/mar          Campinense              5-0      América
24/mar          Botafogo                    5-0      América
31/mar          Treze                          4-1      América
04/abr           Nacional*                   5-2      América
11/abr           Esporte                      1-0      América
18/abr           Nacional                    2-1      América
25/abr           América                     1-1      Santa Cruz
05/mai           Santos                                    1-1      América
* Trata-se da equipe Nacional da cidade de Cabedelo.

Em 12 jogos do turno, o América sofreu nove derrotas, dois empates e apenas uma vitória. Marcou 8 e sofreu 31 gols ficando na 12ª colocação a frente apenas do Esporte de Patos.
Returno
Grupo B
30/Mai                       Treze                          1-0      América
06/Jun                       América                     2-1      Nacional
13/jun                       América                     1-0      Atlético de Sousa
27/jun                       Santos                                    0-0      América
07/jul             Desp. Borborema     8-0      América
No segundo turno as 13 equipes foram divididas em dois grupos ficando o América no grupo B. No período entre o final do turno e o inicio do returno a equipe americana se reorganizou e recebeu alguns apoios financeiros que possibilitaram a equipe participar da fase com mais empenho. Estreou forte dificultando bastante a vitória do Treze em Campina Grande por um macro 1 a 0. Nos jogos seguintes derrotou em casa, o Nacional de Patos e o Atlético de Sousa chegando a brigar pela classificação para a final do returno. Porém, tropeçou fora de casa ao empatar com o Santos e na partida diante da Desportiva Borborema acabou sofrendo uma goleada histórica que eliminou a equipe e classificou a própria Desportiva para decidir o II turno com o Botafogo.
O América realizou 5 jogos, obtendo duas vitórias, duas derrotas e um empate. Marcou três e sofreu 10 gols. Ficando com a 4ª colocação. Na classificação geral do campeonato o time esperancense terminou a temporada na 12ª colocação entre 13 participantes.


Por Júlio César (*)

(*) Cartunista e pesquisador, atualmente desenvolve um projeto que finalizará em 2014 com a publicação de um livro sobre o futebol paraibano.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: