Pular para o conteúdo principal

Sonhos mutilados, poema de Rau Ferreira

Neste bailado vejo
A morte, o sonho despertou.
O destino havia traçado
E eu sonhando o amor
Fui dos sonhos mutilados
E do meu sonho, nada restou...

Rau Ferreira



- FEREIRA, Rau. Poesias 2012. Edições Banabuyé. Esperança/PB: 2012.


Comentários