Retorno da Imagem da Capelinha

By | 5.12.14 Deixe seu comentário
O Padre João Honório de Melo administrou a paróquia de 1935 à 1951, mas um de seus atos gerou muita polêmica na cidade. Ele determinou a retirada da imagem de Nossa Senhora do Pérpétuo Socorro da Capelinha para a Igreja Matriz. A cidade ficou em povorosa.
O monumento havia sido erigido em 1925 em cumprimento a uma promessa feita por Dona Niná, esposa de Manuel Rodrigues de Oliveira, sob o lagedo do Tanque do Araçá, no lugar denominado Beleza dos Campos.
Nilson Fernandes de Oliveira, filho de Dona Niná, que na época era aviador da empresa aérea Cruzeiro do Sul, ao fazer uma escala em Roma solicitou em uma audiência especial com Papa o retorno da imagem ao seu lugar de direito, sendo atendido de imediato pelo Sumo Pontífice.
Em Esperança, a solenidade contou com a presença de diversas pessoas que assistiram a volta da imagem ao lugar de costume.
Ainda hoje este obelisco atrai a visitação de devotos e turistas, curiosos em conhecer o monunento, que além de tudo possui uma visão privilegiada da cidade.

Rau Ferreira

Fonte:
-         “Obelisco Nossa Senhora do Perpétuo Socorro”, escrito por Martinho Soares dos Santos Júnior, Especialização em História do Brasil, orientadora Professora Maria José Oliveira, UEPB – 2004;
-         Revista Centenário da Paróquia, Editor Jacinto Barbosa, 30 de maio de 2008;

-         Monumento de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro", artigo de Severino Ramos Pereira escrito para o antigo site da Prefeitura Municipal de Esperança (www.pmesperanca.com.br), acesso em 13.05.2008.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: