Entrevista: Simone Vieira Batista

By | 5.12.14 Deixe seu comentário
A esperancense Simone Vieira Batista, é bolsista da Capes e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPB, na linha de pesquisa da “História da Educação”, e vem desenvolvendo um excelente trabalho de construção histórica da memória de Silvino Olavo da Costa dentro da sua área de atuação.
Este poeta nos deixou um grande acervo de cunho literário e jornalístico. Suas principais obras (Cysnes/ Sombra Iluminada) tem sido objeto de estudo em diversas faculdades, e os textos produzidos para o jornal “A União” (1926/1931) são um excelente subsídio histórico, eis porque o legado silvinolaviano está ligada ao universo da pesquisa.
Silvino Olavo foi um intelectual consideravelmente relevante tanto para a cidade de Esperança quanto para a Paraíba. Trazer à baila a história do poeta esperancense é ao mesmo tempo, tributária, credora do espírito da época, historiográfica, assumindo importância singular no cenário intelectual e literário”, afirma.
Ela confessa ter encontrado alguns obstáculos, mas estas dificuldades do cotidiano do pesquisador não conseguem dissipar o encanto que envolve o mergulho no passado. Considera que o poeta revela um “homor inusitado” em momentos difíceis e um sentimento de missão social, sendo ele um “intelectual independente que empregava a sua pena a serviço da república, da democracia e do progresso da Paraíba”.
Simone já teve diversos artigos publicados e vem constantemente participando de congressos por todo o país, fruto do seu empenho e reconhecimento do seu primoroso trabalho. Em sua dissertação de mestrado, pretende imiscuir a vida desse intelectual paraibano, através de sua biografia educacional e da exegese dos textos literários e jornalísticos produzidos pelo poeta .
São de sua autoria os artigos:
-         Gênero e Poesia: a representação feminina na obra de Silvino Olavo” (II Seminário Nacional de Gênero e Práticas Culturais) e;
-         Intelectuais, Literatura e Educação: uma análise da contribuição de Silvino Olavo” ( III Encontro Norte/Nordeste de História da Educação e X Colóquio de História da Educação na Bahia).

Desejamos muita sorte a pesquisadora, e sabedores que somos de sua competência acreditamos que sucesso será mera conseqüência.

Rau Ferreira
Fonte:

- Entrevista via e-mail em 26/11/09;
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: