Avexado (poema de Rau Ferreira)

By | 29.12.14 Deixe seu comentário

Há muito que não publiconenhum dos meus poemas. A uma porque não acho conveniente. A duas porque primopela qualidade.
Mas na falta dematerial para o blog, apresente estes pequenos versos “avexados”, que escrevi.Espero que gostem:

Avexado

Virgem o homem casou!
Virgem, a menina casou.
Vige o amor. Ah, o amor!
Vixe, já acabou!

O homem não é mais virgem.
A mulher, não é mais virgem.
O amor.. ah, o amor não vige!
Já acabou? Vixe!...

Dizem que as coisassimples reservam grande valor. Esta poesia é de uma simplicidade tal que noscausa espanto!

Rau Ferreira
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: