Sol: Agente ativo nos anos '20

By | 12.6.14 Deixe seu comentário
Por Evaldo Brasil (*)

Silvino O
Recebi do confrade Rau Ferreira, por correio eletrônico, quatro recortes das suas pesquisas, dando conta da presença do nosso Poeta Maior nos eventos sociais, entre poetas e desportistas.
Entre 1923 e 1927, circulava nas páginas de A Noite/RJ, de 31/08/1923 e de 12/10/1927; O Imparcial/RJ, de 02/06/1924; e Correio da Manhã/RJ, de 11/10/1927. Ele entre Pernambuco e Rio de Janeiro, então nossa Capital.
Não é de se estranhar que entre 1924 e 1927 publique Cysnes, livro de poesias lançado no Rio de Janeiro e a tese de conclusão de curso Estética do Direito, também lá. Em 22 de maio de 1925 profira o célebre discurso “Esperança, Lírio Verde da Borborema”, por ocasião da visita de João Suassuna, então “presidente do Estado da Parahyba”, para inaugurar o Serviço de Iluminação Urbana da quase cidade Esperança. E em 1927, na Capital do Brasil, lança Sombra Iluminada, bem como Cordialidade, Estudo Literário, 1ª Série, que teria sido lançado em Nova Iorque, EUA.
Agente ativo naquela década sem perder o vínculo com Esperança, Silvino Olavo esteve fazendo “a leitura de seu livro de versos” (23) e dividindo o palco com Murillo Araújo e Gomes Filho (24) em Pernambuco; marcando presença nas homenagens da delegação desportiva Parahybana à imprensa carioca, fazendo parte de ambas (27).
Mas, que não pareça que naqueles tempos difíceis as coisas fossem mais fáceis que hoje. Só em agosto de 1985 é que ele ressurgiria pelo trabalho de Roberto Cardoso e Marinaldo Francisco (Cisnes e Sombra Iluminada). A partir de então todos sabem! E agora, temos Rau Ferreira, o agente ativo dos anos atuais.

Evaldo Brasil, 09/01/13


(*) Originalmente publicado em: http://evaldobrasil.blogspot.com.br/ 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: