Símbolos municipais

By | 27.5.14 Deixe seu comentário
I – Símbolos do Poder Executivo:

Na forma da Lei nº 527/85, são símbolos do município: a bandeira, o brasão e o hino. A bandeira é composta por um retângulo em duas cores (verde e branco), que representam a paz e a prosperidade, e tem ao centro o brasão, indicando o governo municipal. Suas dimensões são: 1,20 m x 0,80 m.
O brasão é um escudo retangular cortado ao meio. O lado esquerdo é verde e tem uma pomba sugerindo a paz. O lado direito é branco, onde ser observa um lírio alusivo a sua origem e a região[1]. Acima vemos a insígnia, coroa de prata com quatro torres, que simboliza a cidade, e é adotado universalmente. Abaixo temos o listel em tons esverdeados com a inscrição da data de sua emancipação política. Suas medidas são: 0,80 m x 0,80m.
O hino, denominado “Homenagem à Esperança”, é uma composição de Vitória Régia Coêlho com arranjos de João Veríssimo. Eis a letra:

HOMENAGEM À ESPERANÇA
(Hino Oficial do Município)

Salve! salve cidade de Esperança
Tu és linda como a flor da primavera
O teu pendão aos ventos desfraldado Oh! Lírio
verde cresce e impera.

Tens cor das plantas matiz das alvoradas
Tremeluzir das auroras boreais
Tens o encanto das ninfas e das fadas
E a pureza divina dos rosais.

Tu és o lírio verde da Borborema
E os teus filhos terás como heróis Salve! salve
o teu nome lendário Que a esperança paire
sobre nós.
(Autora: Vitória Régia Coêlho)

II – Símbolos do Poder Legislativo:

A bandeira e o brasão da Câmara Municipal foram instituídos em 2007. Nestes, a cor verde de nossa cidade foi enfatizada em dois tons: um mais claro para dar leveza, e outro escuro ressaltando a sobriedade. O preto foi utilizado no contorno, para dar formalidade. O lírio verde da Borborema também foi usado. Os ramos laterais, saindo da faixa abaixo do brasão, simbolizam as ramificações do poder legislativo, e o entrelaçamento dos vereadores com os interesses e necessidades da população. O formato do brasão segue a linha tradicional, mas foi desenvolvido com traços estilizados e limpos, impondo modernidade e clareza.

Rau Ferreira

[1] “Esperança és o lírio verde da Borborema” - frase atribuída ao poeta Silvino Olavo da Costa.

Referências:
- Lei Municipal nº 457, de 27 de setembro de 1985;
- Livro do Município de Esperança, Ed. Unigraf, 1985, p. 18/27;
- Revista “Esperança 82 anos”, Editor Jacinto Barbosa, novembro de 2007.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: