Cronologia: Padre Palmeira

By | 27.5.14 Deixe seu comentário
1919: nasce Pe. Palmeira aos 02 de março de 1919, filho de Luiz José da Rocha e Ana Palmeira da Rocha;
1951: assumi a paróquia de Esperança no dia 25 de fevereiro de 1951, em substituição ao Monsenhor João Honório de Melo;
1959: é nomeado Visitador de Obras das Vocações e Assistente Diocesano de JAC (Juventude Agrícola Católica) em Esperança e Campina Grande;
- 1959: aos 29 de junho, as Irmãs de Caridade Porto e Oliveira, visitam a construção da Casa de Saúde e do Ginásio Diocesano, a convite do Padre Palmeira;
- 1960: ele recebe o título de Cônego Honorário do Cabido Metropolitano de Sergipe;
- 1961: forma a primeira turma da Escola Diocesana (atual Escola Dom Palmeira), com 52 alunos, em solenidade em que esteve presentes o Governador e o Vice-governador do Estado;
- 1961: a cidade recebe as três primeiras freiras vindas da Holanda: Madre Hermenegilda, Irmã Teresiana e Irmã Batista, e em 1963 foi a vez das irmãs Carmela e Bernadete, que assumiriam os serviços de saúde da Maternidade;
- 1962: ao lado de Sebastião Firmino, funda o Sindicato Rural de Esperança;
- 1963: recebe o título de "Cidadão esperancense" em 30/11/1963;
- 1965: é aberta oficialmente a Casa de Saúde e Maternidade "São Francisco de Assis", inaugurada em 17 de janeiro de 1965;
- 1954: substitui o nome de Caeiras para o de Massabielle, atual Distrito de Massabiele;
- 1969: aos 16 de junho, é nomeado Vigário Forâneo de Pocinhos, Alagoa Nova, Lagoa Seca, Cuité, Picuí, Pedra Lavrada e Esperança;
- 1969: aos 16 de dezembro, passou a integrar o Conselho Pastoral e Presbiterial, responsável pelo Ministério dos Diocesanos da Diocese de Campina Grande;
- 1975/1976: participa do Curso de Atualização Teológica em Roma, ministrado pela Universidade Pontifícia Salesiana “Per Vivere - II Concílio”;
- 1980: aos 17 de março recebe a comunicação da Nunciação Apostólica de que havia sido nomeado, por sua Santidade o Papa João Paulo II, Bispo Residencial de Pesqueira-PE;
- 1980: aos 27 de abril, realiza-se a sua Ordenação Episcopal, na cidade de Campina Grande, tornando-se assim Bispo Diocesano de Pesqueira – PE. “Considero que as despedidas foram feitas aos poucos nas últimas pregações, nos pequenos grupos e pessoalmente”, escreveu naquela oportunidade.

Rau Ferreira

Referências:
- “Livro do Município de Esperança”, Ed. Unigraf, 1985, p. 70/71;
- Revista “Esperança 82 Anos”, Ed. Jacinto Barbosa, novembro de 2007;

- Revista Centenário da Paróquia, Ed. Jacinto Barbosa, 2008.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: