Postal, poema de Silvino Olavo

By | 22.8.11 Deixe seu comentário
Postal*

Tenham-te inveja as rosas do jardim
para que os homens,
invejando a mim,
reputem-me feliz entre os mortais

E possa, então, o amor que me incendeia
talvez o incêndio
da retina alheia
crescer dentro de mim cada vez mais.

Silvino Olavo

(*) Publicado originalmente no blog Lirio Verde da Borborema, em 08/07/2011.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: