Título de Cidadão Esperancense

By | 18.2.11 2 comments
Em solenidade realizada ontem (17/02), com início às 20 horas, o editor deste blog recebeu da Câmara Municipal de Esperança - Casa de “Francisco Bezerra”, o título de Cidadão Esperancense. O evento contou com a participação de familiares, amigos e autoridades que prestigiaram a homenagem.
A proposta havia sido votada no último dia 10 do corrente, obtendo aprovação unânime.
Em seu discurso, o homenageado fez uma síntese do seu trabalho neste diário eletrônico e falou de seu contentamento:

É com extrema alegria que compareço a esta sessão onde, por propositura do Vereador José Adeilton – Amazan – foi indicado meu nome para receber o honroso título de cidadão esperancense, obtendo aprovação unânime desta Casa Legislativa.
Esta homenagem, que não é só minha, pois toda a família FERREIRA COSTA sente-se igualmente prestigiada, enaltece também a memória do poeta Silvino Olavo, sobre quem escrevi e lancei recentemente um livro biográfico.
E o sentimento que ora se apresenta não é tão-somente de satisfação pessoal, mas de dever cumprido para com esta sociedade que tanto amamos.
Desde junho de 2009, publicamos a crônica histórica deste município fazendo o resgate cultural em uma página da internet. O blog, que nasceu por assim dizer despretensioso, tornou-se um dos mais vistos neste Estado e muitas de nossas postagens alimentam a rede mundial de computadores inclusive na enciclopédia de acesso livre.
Esperança desde o seu nascedouro soube conciliar a boa localização ao espírito empreendedor do seu povo, e com os bons ventos da sã política nacional, ganhar a sua independência em 1925, irmanada na paráfrase que nos diz “Esperança - lírio verde da Borborema”.
E sob este lema, o município cresceu no agreste paraibano tornando-se referência na região, pois assim profetizara o nosso grande vate em seu discurso triunfal, que esta seria uma “terra de juventude e de fé”. E assim será, pois a esperança é a última que morre.
Foi esta terra que meus ancestrais escolheram para deitarem as suas raízes e progredirem juntamente com o seu município; e que agora me recebe por adoção.
(...) Este título que me é outorgado pela Câmara Municipal soma-se aos meus sonhos de menino, em ver gravado na minha certidão a naturalidade esperancense. Agora, posso dizer que tenho a minha qualificação completa: brasileiro, casado, pai de duas filhas e com muito orgulho cidadão esperancense. Deus em sua infinita bondade me propiciou este momento de júbilo.
Agradeço o título e a homenagem aos vereadores José Adeilton da Silva Moreno; Anselmo Vieira da Costa; Evandro Alves da Rocha; Adailton dos Santos; Olivete Bertoldo Fernandes; Ronaldo de Arruda Câmara; Edinaldo Bezerra de Menezes; Gilbério Alves dos Santos e Genival de Andrade.
Peço desculpas pelas minhas palavras emocionadas.
Que Deus abençoe a todos.
Muito obrigado!”.


A mesa foi composta pela diretoria da casa e os ilustres cidadãos Antonio Monteiro Costa Filho e Carlos Almeida, que fizeram o uso da tribuna em nossa homenagem juntamente com os vereadores Anselmo Vieira da Costa, Edinaldo Bezerra de Menezes e José Adeilton da Silva Moreno.
Facultada a palavra pelo presidente daquele legislativo mirim, discursaram ainda a historiadora Robéria Ferreira Costa, o jornalista Evaldo Brasil, a professora e ativista cultural Marinalva Bezerra de Menezes, além do comunicador e editor do site Notícias Esperancenses Rodolpho Raphael de Oliveira Santos.
Registramos a presença na platéia dos repórteres Otílio Rocha, Jean Andrade e seu irmão Jailson, e os amigos Ivanildo Xavier, Karl Marx Valentim e Luciano Soares de Souza, a historiadora Marilda Coêlho e sua filha Gabriela, o amigo Janilson Andrade e muitos outros que nos vieram prestigiar.
Representando a família Costa compareceu Rossana Ferreira e seu esposo Clovis Pereira da Silva.
Foi um momento de grande emoção e de suma importância para a cultura esperancense, pois ficou evidenciado ainda mais as nossas potencialidades. Esperança é verdadeiramente um celeiro de vocações.

Rau Ferreira
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 Comentários:

Rau, meu cunhado querido do meu coração...
meus parabens...vc mereçe...
sua cunhada Edite

Rau,como vai sua familia? tudo bem?
li seu livro e gostei,gostaria de debater sobre o livro com você em breve. Encontrei algumas "falhas" acredito que de digitação.
Parabéns.
Adelson Cirilo.