Esperança 2º Aniversário

By | 1.12.10 Deixe seu comentário
Reportagem de Capa do Jornal “A União”
Publicada em 02 de dezembro de 1927.


A União, órgão Oficial do Governo Republicano da Paraíba, em atenção as comemorações do 2º Aniversário de Emancipação Política de Esperança, publicou em seu diário as seguintes notas:

“Transcorreu ontem o 2º Aniversário de criação do município de Esperança, tendo sido a data lembrada naquela vila entre expressivas demonstrações de júbilo.
O Sr. Presidente João Suassuna, em cuja administração se positivou a autonomia daquela comuna, recebeu a propósito o seguinte telegrama:

Esperança 1 – Povo desta vila tem o mais vivo entusiasmo solenizar data hoje segundo aniversário independência, graças benemérito governo v. exc. a quem devemos concretização absoluta nossos anseios cívicos. Atenciosas saudações. - Manuel Rodrigues”.

Ao nosso prezado amigo comandante Elysio Sobreira, chefe político de Esperança, foi transmitido o seguinte despacho:

Esperança 1 – Nome patrícios cheios vivo entusiasmo data hoje segundo aniversário nossa Esperança congratulo-me prezado amigo feito memoráveis benemérito presidente. Salve lei de 24. Abraços. – Manuel Rodrigues”.

E num segundo momento, estampa em sua capa de forma especial:

O 2º Aniversário da Emancipação de Esperança

ESPERANÇA, 1 – Festeja-se hoje com grande entusiasmo a data do segundo aniversário da nossa independência política.
O povo entusiasmado aclama o nome do presidente João Suassuna, a quem se deve a emancipação de Esperança (Especial)”.

Como bem sabemos, a independência política foi fruto de uma resistente luta travada pelo Coronel Elísio Sobreira, Chefe da Polícia do Estado e líder político desta comuna, apoiado que fora pelo poeta Silvino Olavo que era amigo do Governador e privava de sua intimidade, inclusive indo veranear na Capital em sua residência na praia de Camboinha.
Em dias de maio de 1925, a pretexto de se inaugurar o sistema de energia à motor nesta cidade, compareceu João Suassuna na casa de Manoel Rodrigues onde recebeu inúmeros pedidos e fora saudado por Silvino Olavo em seu inflamado discurso – Esperança, Lírio Verde da Borborema - , onde se pretendia a independência municipal.
Os fatos eclodirem no Projeto de Lei nº 13 de autoria do Deputado Antonio Guedes, líder da Assembléia Legislativa, e que culminaram com a edição da Lei nº 624 de 01/12/1925.
Hoje são passados 85 anos e temos muito a comemorar!

Rau Ferreira

Fonte:
- Jornal “A União”, órgão Oficial do Governo do Estado: Terça-feira, 22 de novembro de 1927;
- Livro do Município de Esperança. Epgraf: 1985;
- CARDOSO, Roberto. Pequena Biografia do Poeta Silvino Olavo. Cisnes/Sombra Iluminada. 2ª. Edição. Esperança/PB: 1985.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários: