Pular para o conteúdo principal

Vitória Régia Coêlho




BALUARTE HISTÓRICO
E CULTURAL DE ESPERANÇA”
Cantora, compositora, seresteira e ensaista, Vitória Régia Coêlho é hoje o maior baluarte histórico e cultural de Esperança.
Nascida em 11 de novembro de 1942, filha do saudoso professor José Coêlho e de dona Maria Rodrigues Coêlho, esta autêntica esperancense tem desenvolvido durante toda a sua vida uma brilhante carreira.
Concluiu o ginasial no Colégio Estadual de Esperança e fez o curso Pedagógico no Liceu Paraibano, em João Pessoa.
Lecionou no Grupo Escolar “Irineu Joffily”, atuou como Agente de Atividade Operacional da Segurança Pública e Bibliotecária do Colégio Estadual.
Como cantora e seresteira participou de diversos bailes e animou muitas festas nos clubes sociais de nossa cidade.
É autora do Hino Oficial de Esperança (Lei Municipal nº 457/85), do América Futebol Clube, do Centenário da Paróquia do Bom Conselho e da cidade de Areial. E na qualidade de ativista cultural, organiza desfiles cívicos, pastoril, quadrilhas, festas de personalidades. E dirigiu por muitos anos o Coral das Crianças na Igreja Matriz.
Escreve e produz o jornalzinho “O Gillette” - órgão se autodenomina “humorístico e mentiroso” - cuja publicação coincide com as festas da padroeira local e circula livremente na cidade, com um conteúdo variado e que mexe com a curiosidade das pessoas.
Vitória esbanja alegria por onda passa. É uma pessoa das mais conhecidas na cidade e altamente dinâmica. Mãe de três filhos: José Coelho da Nóbrega Neto, Paulo Coelho da Nóbrega Sobrinho e Vitória Monaliza Coelho de Almeida, está atualmente prestando serviços junto à Diretoria Adjunta da Educação, engrandecendo ainda mais o nosso “Lírio Verde”.
No ano passado Vitória recebeu duas justas homenagens. A primeira por ocasião do Desfile Cívico do “07 de setembro”, em que passeou em um dos carros alegóricos sendo ovacionada por uma multidão. E no dia 19 de dezembro, recebeu uma menção especial durante a premiação do I Top Esperancense.
Neste ano promoveu e organizou o concuro “Miss Esperança”, em parceria com o jovem Rodolpho Raphael, cujo evento foi prestigiado por toda a sociedade esperancense e contou com a participação de diversas autoridades, a exemplo do Des. Antonio Carlos Coêlho da Franca, o Juiz Corregedor Eleitora Carlos Neves da Franca Neto e do Dr. Jader Carlos Coêlho da Franca, Tabelião do 7º Cartório Notorial “Carlos Neves” de João Pessoa.

Rau Ferreira
Fonte:

  • Revista “Personalidades 2003”. Esperança/Pb, dezembro de 2003. Org. Vitória Régia e Judith Galdino;

  • Revista “Destaque do Milênio” Ano I – nº I. Esperança/Pb, fevereiro de 1999;

  • Revista “Centenário da Paróquia”. Ed. Jacinto Barbosa. Esperança/PB, maio de 2008;

  • SOUZA, Inácio Gonçalves de. Esperança e sua gente. Esperança/Pb: 1994, p. 48;

  • Dados pessoais fornecido pela biografada em 18/08/2010;
    Foto: Rodolpho Raphael, disponível em: www.noticiaesperancense.com.br

Comentários