Pular para o conteúdo principal

I Corrida da Fogueira

A “Corrida da Fogueira” foi organizada em Esperança por Severino Ramos Pereira, o Dr. Nino, na década de 60. Na época foi solicitado dos clubes de futebol que indicassem cinco de seus jogadores para formar a competição. Participaram as equipes do América F. C. e Palmeiras.
O evento aconteceu no dia 23 de junho de 1965, véspera das festividades de São João, razão pela qual denominaram de “Corrida da Fogueira”, com cerca de 11 atletas.
A largada aconteceu no antigo Ginásio Diocesano, e o percurso teve o seguinte trajeto:
Rua Manuel Rodrigues (Rua Grande) descendo pela Juvinano Sobreira e Antenor Navarro (Rua de Areia), prosseguindo pela Sebastião Araújo (Rua da SAMBRA) e davan a volta pelo “Esperança Clube” na Rua Manuel Palmeira e de lá até a lateral do Posto Atlantic. A partir daí os atletas enfrentavam a subida da Rua Senador Epitácio (Rua do Boi) e desciam pela Dr. Silvino Olavo até a entrada do antigo Açude Banabuiê, retomando nas ruas Patrício Bastos (em frente ao atual Campo da Rodoviária) e Monsenhor Severiano até a Farmácia de Gilvan, na lateral da Igreja Matriz. Nesse ponto, pegavam a Rua Nova (Rua João Pessoa), continuando pelas Ruas João Mendes, Alfredo Régis e Napoleão Laureano, terminando em frente ao CAOBE.
Desse tempo Chico de Pitiu lembra em seu livro [1] as grandes forças do atletismo local: Pedro de Pedrão e Mesquíades.
Mas o grande campeão da I Corrida da Fogueira foi o popular “Rulipa”, que defendia as corres do Palmeiras. “Outro vencedor dessa modalidade de corrida, foi Inácio Piranji”, segundo narra Chico de Pitiu em sua obra (p. 145).

Rau Ferreira

Fonte:
- [1] “50 Anos de Futebol e Etc.”, Francisco Cláudio de Lima, Ed. Rivaisa: 1994, p. 145, 160/162;
- Foto: Acervo Evaldo Brasil;
- Arquivo pessoal.

Comentários