Coronel Elísio Sobreira, Patrono da PMPB

By | 12.12.09 Deixe seu comentário

O Coronel Elísio Sobreira nasceu no ano de 1878, na cidade de Esperança/PB, e ingressou ainda jovem na carreira militar, por volta de 1907.
Em 1912 já era Alferes [1] e juntamente com o Ten. Rangel Farias, o Sargento Pedro Medeiros e o seu companheiro de farda Luiz Riscão, participou do primeiro confronto que a Polícia Militar (à época denominada Força Policial), enfrentou a grupos armados, fato ocorrido na região polarizada por Monteiro, no Cariri Paraibano.
Clic no título da postagem e saiba mais...
Elevado ao posto de Capitão em 1920, foi nomeado Assistente do Governador Solon de Lucena, e designado, anos mais tarde (1924) para o combate aos Cangaceiros na cidade de Sousa.
Em 1926, na condição de Comandante Geral da Corporação, o Tenente-coronel Sobreira dirigiu pessoalmente os combates à Coluna Prestes, instalando-se em São João do Rio do Peixe.
E em 1930, liderou o cerco a Princesa Isabel, onde rebeldes, conturbavam a ordem pública para provocar uma intervenção federal no Estado, e conseqüente deposição do Presidente João Pessoa.
Por ocasião da Revolução de Outubro [2], foi comissário revolucionário das tropas federais e estaduais, com atuação nos Estados de Pernambuco, Alagoas e Bahia, comandando o Grupo de Batalhão de Caçadores.
Em 1935 era indicado interventor do município de Alagoa Grande pelo Governador Argemiro de Figueiredo. E em 1938 tornou-se o primeiro militar a ocupar a patente de Coronel, recém criada, sendo neste mesmo ano nomeado Prefeito interventor de Pombal, pelo Governador Rui Carneiro.
Faleceu em João Pessoa no dia 13 de maio de 1942, aos 64 anos de idade, após ter assumido o Comando da Polícia por duas vezes, no período de 1924 à 1928, e de 1930 à 1931.
Por sua força e bravura foi escolhido “Patrono da Polícia Militar da Paraíba” pelo Governador Flávio Ribeiro (Decreto nº 1.238/57), sendo-lhe dedicado o dia 20 de agosto para as comemorações da Corporação a que serviu por 35 anos.
Elísio Sobreira juntamente com outros conterrâneos, entre eles o poeta Silvino Olavo, muito se empenhou para a emancipação política do município, ocorrida em 1925.

[1] Equivalente hoje ao posto de 2º Tenente
[2] Que instituiu a Nova República, liderada por Getúlio Vargas, após a deposição de Washington Luiz.

Rau Ferreira

Fonte:
- Wikipédia, PMPB (http://pt.wikipedia.org/wiki);
- http://www.pm.pb.gov.br/, História da PMPB, texto do Cel. BATISTA de Lima
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário