Ruas tradicionais de Esperança-PB

By | 9.11.09 2 comments
Silvino Olavo escreveu que Esperança tinha um “beiral de casas brancas e baixinhas” (Retorno: Cysne, 1924). Naquela época, a cidade se resumia a poucas ruas em torno do “largo da matriz”. Algumas delas, por tradição, ainda conservam seus nomes populares que o tempo não consegue apagar, saiba quais.


A sabedoria popular batizou algumas ruas da nossa cidade e muitos dos nomes tem uma razão de ser. A título de curiosidade citemos:

Rua do Sertão: rua Dr. Solon de Lucena, era o caminho para o Sertão.

Rua Nova: rua Presidente João Pessoa, porque era mais nova que a Solon de Lucena.

Rua do Boi: rua Senador Epitácio Pessoa, por ela passavam as boiadas para o brejo.

Rua de Areia: rua Antenor Navarro, era caminho para a cidade de Areia.

Rua Chã da Bala: Avenida Manuel Rodrigues de Oliveira, ali se registrou um grande tiroteio.

Rua de Baixo: rua Silvino Olavo da Costa, por ter casas baixas, onde a residência de nº 60 ainda resiste ao tempo.

Rua da Lagoa: rua Joaquim Santigao, devido ao extinto Açude Banabuié que alagava a região.

Rua Paroquial: rua Monsenhor Severiano, porque era a sede da Casa Paroquial.

Rua da Sambra: rua Sebastião Araújo, onde funcionava uma beneficiadora de algodão e sisal, cuja sigla era “Sambra”.

Rua do Cemitério ou Campo Santo: rua Joaquim Virgolino da Silva, devido as proximidades com o Cemitério Público.

Se você conhece mais alguma ajude a complementar este artigo comentando no final.

Rau Ferreira

Fonte:
- “Livro do Município de Esperança”, Ed. Unigraf, 1985, p. 56.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário