Pular para o conteúdo principal

Nossa produção jornalística


Muitos jornais e pequenos periódicos circularam em nossa cidade. Conheçam um pouco mais da nossa produção jornalística e quem fez a sua história.


O primeiro periódico de Esperança de que se tem registro era editado por José Maria Passos Pimentel, e chamava-se “O Farol”. Mas em priscas eram existiram “O Correio de Esperança” (1930), “O Tempo” (1932) e o “Vanguarda Esperancense” (1960). E circulando durante as festas da padroeira de nossa cidade tinhamos o irreverente “Gillette”, do Professor José Coêlho.
Nos anos 70 surgiu o “Mensário”, que era uma publicação oficial da Prefeitura Municipal. E em 1975, o “Lírio Verde da Borborema”, cujos responsáveis foram Roberto Cardoso, Carlos Manuel Pereira e Marinaldo Francisco, na época estudantes do Colégio Estadual.
Em 1984 foi a vez do “Jornal Estudantil”, que tinha por colaboradores Alexandro de Almeida, Claudionor Vital, Evaldo Brasil entre outros. Ele era mimeografado e tinha circulação local. Em 1985 ganhou uma nova roupagem em sua impressão, passando a se chamar “Novo Tempo”.
Em 1986 tivemos o “Tribuna Independente”, de Otílio Rocha e Carlos Pessoa.
Com bastante profissionalismo o jornal “A Folha” apareceu no cenário jornalístico em 1988.
Na área da radiodifusão houveram Ernani Santos (1952) com a sua “Rádio Cultura” que funcionou até 1982. “Gera”, com seu serviço de alto-falantes no prédio da Secretaria de Educação, na década de 80. E "Pedoca" (Pedro Barbosa), este último ainda atua na cidade nas proximidades do Campo do América.
Vale lembrar que nas décadas de 80 e 90 a paróquia possuia um serviço de som no qual anunciava os falecimentos, convites de missa, além de outros assuntos de interesse da comunidade.

Rau Ferreira

Fonte:
- Livro do Município de Esperança, Ed. Unigraf, 1985, p. 86/87;
- Jornal Novo Tempo, Ano IV, nº 23 – Nov/Dez 1995, Edição Especial, p. 10.

Comentários

  1. Adorei SAber um pouco da produç~]ao Jornalistica sempre vejo seu Blog moro em Sampa mas revejo a minha terra graças a seu blog e a um blog de noticias que tb tem aqui, creio que nesta postagem vc deveria ter colocado também as novas mídias os blogs e sites que a cidade term afinal não deixa de ser uma produção jornalistica!

    ResponderExcluir
  2. Companheiro, é bom acrescentar a este rol a Revista da Esperança (1997) e o mensário "O Porta-Voz" (2005-2006,por aí).
    Vale uma pesquisa.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário! A sua participação é muito importante para a construção de nossa história.