Pular para o conteúdo principal

A passagem de Frei Damião por Esperança.

O frade capucino Damião de Bozano visitou nossa cidade por duas vezes. A primeira se deu em 1956 durante as Santas Missões que se realizaram em Esperança e Areial, de 8 a 18 de março daquele ano. A segunda em abril de 1978, desta vez em companhia do Frei Fernandes. Na oportunidade, foi lhe concedido o título de cidadão esperancense.
Padre Palmeira registrou que “Havia gente de todas as cidades vizinhas e de outras mais distantes – Campina Grande, João Pessoa, Recife, Caruaru, Crato, Juazeiro do Ceará etc. E diversas pessoas que vieram do Rio e de Brasília para visitar as famílias e para aproveitar o tempo das Missões”. Na opinião do pároco, aquela visita trouxe “um bom resultado espiritual para a vida da comunidade”.
A praça principal da cidade ficou repleta de fieis que ouviam atentamente a sua doutrina, assentada substancialmente na família e na justiça social.
Como defensor das missões, alcançou grande popularidade entre os nordestinos só comparável ao Padre Cícero do Juazeiro.
Faleceu em 31 de maio de 1997, no Hospital Português do Recife-PE.
Todo ano milhares de romeiros comparecem a Capela de Nossa Senhora das Graças, no Convento de São Félix, onde se encontra enterrado, para render-lhe homenagens.
Sua passagem por aqui até hoje é lembrada como exemplo de fé e devoção católica.
No detalhe da foto, Frei Damião em frente a Igreja Matriz de Esperança.

Rau Ferreira

FONTE:
- PADRE PALMEIRA, Livro Tombo da Paróquia de Esperança, 1956, p. 183 (citado na Revista Centenário da Paróquia de Esperança, 30 de maio de 2008, Ed. Jacinto Barbosa);
- http://pt.wikipedia.org/

Comentários